sábado, 15 de junho de 2013

OS TRÊS ÚLTIMOS DESEJOS DE ALEXANDRE O GRANDE

Conta-se que perto da sua morte, ainda muito novo, o famoso conquistador Alexandre o Grande expressou 3 desejos para o dia do seu enterro.
Após ter conquistado muitos reinos, regressava à sua terra, quando se sentiu doente e logo percebeu que o seu fim estava próximo. 
Com a morte a espreitar-lhe à porta, Alexandre o Grande reconheceu o quanto as suas conquistas, o seu poderoso exército, a sua espada aguçada e toda a sua riqueza de nada serviriam naquela hora final.
O seu maior desejo era agora conseguir chegar a casa e olhar na face da sua mãe para lhe dar o último adeus. Mas tinha de admitir a realidade de que a sua debilitada saúde não lhe permitiria alcançar a sua terra agora tão distante.
ALEXANDRE O GRANDE
Assim, o "invencível" conquistador, prestes agora a ser vencido pelo pior de todos os inimigos - a morte - prostrou-se pálido e incapacitado, aguardando pelo último suspiro. 
Chamou então os seus generais e disse-lhes: "Em breve partirei deste mundo. Tenho 3 desejos, por favor cumpram-nos sem falhar."
Com lágrimas rolando pelas suas faces, os generais concordaram em cumprir os últimos 3 desejos do seu rei.
"O meu primeiro desejo é que sejam os meus médicos os únicos a carregarem o meu caixão," - pediu Alexandre.
Após uma pausa, o monarca prosseguiu:
ALEXANDRE NO LEITO DE MORTE
"Em segundo lugar, desejo que quando o meu caixão for carregado à sepultura, o caminho que conduz à mesma seja pejado com ouro, prata e pedras preciosas que tenho guardado no meu tesouro."
O rei sentia-se agora exausto. Após um minuto de descanso, prosseguiu: "O meu terceiro e último desejo é que ambas as minhas mãos fiquem pendendo fora do meu caixão."
O povo que ali se reuniu ficou-se questionando sobre os estranhos desejos do rei. Mas ninguém ousava levantar a questão diante dele. Foi então que o general favorito de Alexandre beijou a sua mão, aconchegando-a junto ao seu coração.
"Ó rei, nós te asseguramos que todos os teus desejos serão cumpridos. Mas diz-nos: por que é que fazes tão estranhos pedidos?"
Alexandre suspirou profundamente e respondeu:
"Eu quero que o mundo inteiro conheça as três lições que acabei de aprender. Quero que sejam os meus médicos a carregar o meu caixão para que todos reconheçam que nenhum médico nesta terra pode realmente curar alguém. Eles são impotentes e não podem salvar ninguém das garras da morte.
O segundo desejo para que espalhem ouro, prata e pedras preciosas ao longo do caminho para a minha tumba é para que todos saibam que nenhuma partícula de ouro me acompanhará. Toda a minha vida cobicei o poder e ajuntei riquezas, mas nada posso levar comigo.
E sobre o meu terceiro desejo de ter as minhas mãos pendentes fora do caixão, é porque eu quero que as pessoas saibam que vim para este mundo de mãos vazias e de mãos vazias partirei dele."

Com estas palavras, o rei fechou os seus olhos. Em breve a morte o conquistaria. Tudo ficou para trás. Nada com ele pôde levar.

Assim é a realidade da vida. Podemos daqui extrair 3 grandes lições:
1 - a vida não nos pertence, por isso ninguém a deve tomar como algo de garantido;
2 -  correr atrás da riqueza, fama e poder é um engano e uma pura perda de tempo;
3 - nada trouxemos e nada levaremos desta vida, a não ser as consequências das nossas decisões.

Sendo a vida e o tempo os bens mais preciosos que Deus nos concede, somos responsáveis pelo uso que fazemos deles. Jesus disse que a vida não consta apenas do comer e do beber, ou seja, daquilo que é supérfluo. Ele aconselha-nos a buscarmos em primeiro lugar o Seu reino, e a Sua justiça, e tudo o mais nos será acrescentado. 
Viver uma vida independente de Deus é a maior loucura que alguém pode cometer. Deus chama de "loucos" àqueles que constroem toda uma vida baseada no acumular de riquezas, de fama e prazer: "Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?" 
Alexandre viveu para tudo isso. Nada lhe faltou, excepto o mais importante: a paz com Deus. Quando vivemos em paz com Deus - porque os nossos pecados já foram confessados e perdoados - estaremos preparados para O encontrar em qualquer momento, em qualquer situação, sem medo nem insegurança, porque teremos conquistado o maior de todos os tesouros que nem todo o ouro e riquezas do mundo conseguirão comprar: a vida eterna com Deus!





VENHA OUVIR A PALAVRA DE DEUS!
"Conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará" - Jesus

CENTRO COMUNITÁRIO CRISTÃO
Igreja Evangélica
Centro Comercial Londres, sala AC155 (1º andar) 
Senhora da Hora
Reuniões públicas todos os Domingos às 19H00 





1 comentário:

  1. Tanto conteúdo Bíblico para se ensinado e ao invés de fazer um artigo expondo algum texto, apresentam uma história sem nenhuma fundamentação?

    É a situação das igrejas está feia mesmo...

    ResponderEliminar